17 de jul de 2012

Eu quero o espetáculo perdedor de volta !


Hoje (17/07/12), o tetra campeonato mundial de futebol completa 18 anos. Um titulo que pra muitos é tido como “renascimento” do futebol brasileiro, para mim, é o atestado de óbito da genialidade tupiniquim. O mesmo só chegou 1994, mas a morte aconteceu exatamente no dia 21 de junho de 1986, no México.


Para mim, a ultima seleção nacional que mostrou o verdadeiro "futebol canarinho"


O Brasil, que já tinha sido eliminado na segunda fase em 82, numa partida memorável contra a Itália, do carrasco Paolo Rossi, dessa vez perdeu para a França, de Platini, nos pênaltis, derrota que decretou o fim da geração de Sócrates, Zico, Falcão, entre outros craques. Nas duas eliminações, as falhas defensivas foram graves e evidenciaram uma certa deficiência brasileira no quesito, porém a implantação de esquemas de jogo mais defensivos e uma atenção maior ao preparo físico dos atletas enfraqueceram as principais virtudes do futebol brasileiro: a técnica apurada e a habilidade fora do comum. Em 1994 e 2002, os selecionados brasileiros tinham um nível técnico menor, as convocações eram contestadas, os esquemas de jogo bem mais defensivos, porém veio o titulo.

Hoje reverenciamos jogadores como Xavi e Iniesta, aplaudimos equipes como o Barcelona. Em épocas não muito distantes, os craques reverenciados eram brasileiros como Zico e Falcão e as equipes também, como o Flamengo. Muitos dizem que futebol é entretenimento, mas o divertido hoje não é ver seu time/seleção jogar bem, e sim gritar campeão.




Assine nosso Feed! Clique aqui!


Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante! 


Quer entrar em contato conosco? Clique aqui!



Sobre o Autor:
Paulo Vitor Guilherme Lucio da Rocha, 18 anos, estudante de Jornalismo, reside e sobrevive em Santos. Adorador do futebol e do football.Fã de boa musica, vai do Samba de Raiz do Fundo de Quintal ao Hardcore do Forfun.E como vicio,o raciocínio .

11 de jul de 2012


Felipão: O Bruxo do Palestra


Técnico vive em atrito com a diretoria palmeirense e reclama da falta de qualidade técnica do elenco. Mesmo assim leva o time a final da Copa do Brasil 2012.



(Fonte: ESTADÃO)


Muitos não gostam de seus esquemas táticos ou de sua maneira de comandar os elencos dos clubes ou seleções por onde passou, mas os resultados de Luis Felipe Scolari mostram o quão eficaz é seu trabalho.

O atual técnico do Palmeiras chegou ao clube em junho de 2010, para sua segundo passagem pelo clube da capital paulista e o clima não era nada bom. O clube de Palestra Itália já tinha demitido recentemente técnicos como Vanderlei Luxemburgo e Muricy Ramalho, tinha um elenco bem limitado tecnicamente e a política interna no clube estava em turbulência. No ano seguinte, Felipão não tinha um elenco melhor e sua relação com o presidente recém-eleito, Arnaldo Tirone, não era das melhores e mesmo assim o time fez um bom primeiro semestre, porém no Brasileirão o resultado foi decepcionante.

2012 começou e os resultados não chegavam. No Paulistão, uma eliminação nas quartas-de-final para o Guarani, fez Scolari balançar no cargo. Paralelo a isso tinha a Copa do Brasil, campeonato que o técnico já havia vencido três vezes e uma delas com o próprio Palmeiras, em 1998. Felipão fez com que time focasse totalmente na competição e blindou o time de polêmicas, já a diretoria era omissa com problemas extra campo de alguns atletas e só quase não atendia aos pedidos do técnico e isso o irritava. Mesmo assim Felipão manteve o foco no trabalho e hoje (11/07) o Palmeiras, depois de 12 anos, volta a estar perto de conquistar um titulo de expressão nacional. Muito graças ao “Big Phill”.

Felipão mostra mais uma vez que para vencer no futebol, em algumas ocasiões, uma equipe não precisa de 11 craques, uma torcida que apóia todo o tempo e uma diretoria serena e profissional.




Assine nosso Feed! Clique aqui!


Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante! 


Quer entrar em contato conosco? Clique aqui!



Sobre o Autor:
Paulo Vitor Guilherme Lucio da Rocha, 17 anos, reside e sobrevive em Santos. Adorador do futebol e do football.Fã de boa musica, vai do Samba de Raiz do Fundo de Quintal ao Hardcore do Forfun.E como vicio,o raciocínio .

30 de abr de 2012

Aplausos, mais Aplausos.








Por Paulo Vitor


Como um bom apreciador de Futebol, a função que desempenho dentro do horário de 16h às 21h em um dia de domingo não pode ser outra: sentado, em frente a TV, curtindo e assistindo esse esporte sagrado de nosso Brasil. Isso quando não vou ao Estádio diretamente.

Pois bem, no dia de ontem(30/04)  assisti ao SANSÃO,pela semifinal do Campeonato Paulista.  E não tenho vergonha de dizer  que gostei do que vi: Um ótimo jogo, uma excelente partida das duas equipes. Mas apenas uma delas passou a final, e esse Clube foi o Santos.

Admito que considerava o São Paulo favorito: Jogo Único,no Morumbi,casa cheia(47.000 pessoas), quem ganhar tá dentro, O Tricolor com uma semana sem jogar, tendo em vista que seu jogo no meio de semana pela Copa do Brasil contra a Ponte Preta foi adiado em função da forte chuva em Campinas. Ponte Preta esta que acabou sendo eliminada horas mais tarde nesse mesmo domingo. Em contrapartida, a equipe da Vila Belmiro estava toda remendada, sem Fucile,Henrique,Borges Gripado,Juan por contrato.De forma adicional, viajem de ida e volta á Bolívia para jogar á 3600 metros acima do nível do mar.

Tudo apontava para os mandantes. Mas nisso tudo, havia um pequeno detalhe,que nunca, jamais pode ser esquecido por qualquer adversário. Esse detalhe, inclusive, tem nome,6 letras e um moicano feio por demais(risos): Neymar.

O Garoto simplesmente destruiu com o jogo.Um Hat-trick épico, chegando á marca de 100 gols com a camisa alvinegra, de pênalti, idem ao Pelé contra o Vasco, com a única diferença de ter um “0” a mais na contagem para a joia santista. Mais dois gols do mesmo coroariam a noite do torcedor. 3 gols do Santos contra 1 do São Paulo.

O Técnico do Tricolor do Morumbi,Emerson Leão, sabia que o Craque precisava ser contido, e apostava em Píris para tanto.Não é a primeira vez que o Camisa 2 do São Paulo trava um embate com Neymar, a Libertadores do ano passado que o diga.Coitado, não conseguiu. Sofreu o jogo inteiro.Um drible,dois dribles, três dribles, quatro dribles, cinco dribles, seis dribles, todos na mesma jogada. Falta.Levou cartão amarelo. E o moicano,ali, caído no chão, sem reclamar, sem simular. Apenas jogava, continuava indo pra cima. Mesmo mudando o marcador(Rodrigo Caio) no Intervalo, Leão sabia que não dava para marca-lo. Não hoje.

Brincou de jogar futebol ontem.

Santos está na final do Paulistão, com uma ajudaça do Neymar. Mas não apenas por ele. A Dupla de Zaga foi perfeita,Durval fez sua melhor partida do ano até então,Dracena está em grande fase.Arouca e suas arrancadas foram primordiais. A Mobilidade de Alan Kardec ajudou bastante na movimentação do Time.Elano cumpriu sua função tática.Léo e Adriano, mesmo se recuperando de lesão, principalmente o primeiro, foram excelentes. Sem falar do passe do Ganso no segundo Gol .

O São Paulo tentou, mas não conseguiu reverter o resultado. Uma ótima equipe que lutou até o fim. Ainda conseguiu forças para reagir após diminuir o placar,atacou e atacou. Mas não deu, a bola não entrou.

Torcedores rivais certamente provocam com o argumento de que “Sem o Neymar no Time, o Santos seria um time comum”. Mas não tem jeito, a bola procura aquele que sabe conduzi-la, como uma dança. E isso Neymar sabe.Como ninguém.O Craque sempre é mais acionado.

Quando se tem um jogador de primeiro nível, palavras demais são desnecessárias. Aplausos são mais convenientes. Totalmente.


Já assinou nosso Feed? Não perca tempo, Clique aqui!


Gostou do Post? Não gostou? Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante! 


Quer entrar em contato conosco? Clique aqui!



Sobre o Autor:
Paulo Vitor Paulo Corrêa,Estudante de Cinema e Audiovisual,futuro comunicólogo.Adora discutir sobre esportes em geral,mesmo não gostando de praticá-los(risos)

8 de abr de 2012

Tupi-Guarani,Fumagalli: Bugre matador.

Fumagalli brilha, e Guarani vence Palmeiras em jogão; Verdão perde Wesley,machucado,e tem jogador expulso. 


Neto comemora seu gol conta o Palmeiras. Foto: Miguel Schincariol/AE Portal Uol

Por Paulo Vitor



No duelo verde, saiu-se melhor o time de Campinas. Guarani e Palmeiras jogaram na tarde de hoje(08/04),pela 18° rodada do Campeonato Paulista,no Brinco de Ouro da Princesa. Em uma partida fervorosamente quente, os mandantes jogaram melhor e ganharam por 3 x 1. Uma vitória soberana e que coloca os em uma posição muito confortável .

Ambos já classificados para a segunda fase do Torneio, era a chance tanto para o Verdão quanto para o Bugre subir na tabela e ter uma vantagem maior nos playoffs(melhores colocados decidem em casa).

Para a partida, o Time da Casa jogaria sem o goleiro Emerson, que sentira dores na coxas.Juliano o substituiu. Já o Palmeiras,sem o lateral Juninho,suspenso pelo terceiro cartão amarelo, somado a Valdivia,Thiago Heleno e Luan, todos de molho no Departamento Médico.

Os primeiros minutos foram agitados e com uso da velocidade.Marcos Assunção na primeira falta já fez Juninho trabalhar. A Resposta do Guarani veio em uma cobrança de lateral,endireitada para o atacante Fabinho. A Bola passara pelos defensores do Porco e o atacante,cara-a-cara com Deola, chutou pra fora. Isso em 3 minutos.

Aos 8,o Palmeiras recebeu uma baixa. Wesley sofre uma entrada de Oziel e o volante palmeirense vai ao Chão, sendo substituído entre gritos e Choro.Maikon Leite entrou em seu lugar, e junto com ele a mudança do esquema tático de Felipão,voltando a ter dois atacantes

O Guarani, nem um pouco interessado com a situação do Pameiras, pressionava a saída de bola de seu adversário.Até que,a estela do meio-campista Fumagalli brilhou.14,Falta cobrada pelo mesmo,bola na área.Bruno Mendes cabeceia, Deola faz uma defesa fantástica e o zagueiro  Neto no rebote coloca o Bugre na frente do placar,aos 14.

3 minutos mais tarde, Neto mais uma vez é o centro das atenções. Só que desta vez,negativamente.Daniel Carvalho,em jogada pela esquerda, dribla o  defensor  e se joga; o Árbitro marcou a penalidade máxima,convertida por Barcos: Bola para um lado, goleiro no outro. 1 x 1

Barcos na comemoração de seu gol. Artilheiro voltou a marcar após 5 jogos de Jejum.
Foto: Sergio Carvalho/Folhapress Portal Uol


E o tempo passava, e a partida ficava muito quente. Mais uma falta cobrada cheio de Veneno por Fumagalli,Danilo Sacramento acerta o travessão. Na sequência da Jogada, Gerson comete pênalti em Fabinho. O ídolo Campineiro bateu forte,no canto direito,o mesmo canto escolhido por Deola,que não conseguiu evitar o tento,Verdes de Campineas na Frente mais uma vez em 24 minutos de jogo.

E não é que o Palmeiras quase empatou logo em seguida?Gerley cruza pela esquerda, a pelota passa por Juliano e Maikon Leite por pouco não deixa tudo igual novamente.

Mesmo perdendo, se tem um nome que a torcida palmeirense sempre deposita suas fichas,é em  Marcos Assunção.34,escanteio cobrado por ele,Barcos,livre, sobe alto e escora de cabeça. Juliano faz uma linda defesa. Outro escanteio,mais uma vez cobrado por Assunção,desta vez Leandro Amaro tentou, passando a bola rente a trave.No momento, em bola parada,melhor para o Guarani, melhor para Fumagalli.

Enquanto Juliano salvava para o Bugre Campineiro, Deola segurava a meta do Verdão.Ótima triangulação do time mandante, que culmina em uma cruzamento certeiro de Oziel para o cabeceio de Fabinho.Deola se estica todo e faz uma defesa sensacional. Na sobra, Fumagalli manda uma bicuda,novamente defendida pelo Goleiro Palmeirense(39’). Aos 40, o contra-ataque: Gerley cruza e Barcos chuta em frente do arqueiro do time de Campinas.

Os 45 minutos iniciais foram muito bons. As duas equipes foram para cima, jogando pelas laterais,com velocidade e a bola parada como principal recurso.O Mandante aproveitara melhor as oportunidades,não se intimidando mesmo na frente do placar.

Felipão promovera uma alteração no intervalo. Sai Gerley,entra Chico. O Intuito da presença do Zagueiro era evitar a vantagem do inimigo pelo alto.

O Segundo tempo começara mais truncado, mais candenciado. Juliano faria uma grande defesa em uma bola parada de Assunção, porém Daniel Carvalho, que havia feito o cabeceio, estava em posição de impedimento.

Aos 11,o Guarani se arricou um pouco mais,foi para o ataque.Jogada de Danilo Sacramento, que toca para Fabinho,que após se livrar do seu marcador, livre, levanta e cabeça e cruza,na medida para Bruno Mendes.
A Jovem revelação do Bugre meteu a cabeça na bola, desta vez, sem chances para Deola,ampliando o placar e deixando o Brinco de Ouro em festa.

Fumagalli continuava a infernizar a defesa palmeirense,com sua jogada aérea. O Inferno ficou pior,quando Cicinho dividiu com Fabinho e foi expulso direto,aos 17. Com dois gols de diferença e com um jogador a menos, o contexto piorava para o Alviverde de São Paulo.

O Verdão tentava responder, mas sentia a diferença numérica. O Bugre, por outro lado, começava a administrar o tempo:Cera, faltas,substituições. E isso dava chances para o Palmeiras, principalmente em chances com Marcos Assunção.

Mas era o Guarani que mandava.Em jogada de Bruno Mendes, o atacante se livra de Henrique e chuta forte. Deola Evitou o tento.A Medida que se aproximava o fim da partida, o Palmeiras aceitava sua derrota.
O Verde local se saiu melhor.

Com a vitória, o Guarani vai á 36 pontos e chega a 4° Posição. O Palmeiras permanece com 35 e cai uma colocação, indo parra 5°.

Na ultima rodada da primeira fase, o Bugre vai á Riberão Preto enfrentar o Botafogo. Já o Palmeiras recebe o Comercial.


Maikon Leite Vs Domingos. Foto: Sergio Carvalho/Folhapress Portal Uol

Guarani 3 X  1 Palmeiras – Ficha Técnica


Guarani: Juliano; Oziel, Domingos, Neto(André Leone) e Bruno Recife; Wellington Monteiro, Fábio Bahia, Danilo Sacramento, Fumagalli(Thiaguinho); Fabinho(Max Pardalzinho) e Bruno Mendes.
Técnico: Vadão


Palmeiras:Deola; Cicinho, Leandro Amaro, Henrique e Gerley(Chico); Márcio Araújo, João Vitor, Marcos Assunção, Wesley(Maikon Leite) e Daniel Carvalho(Patrik); Barcos.
Técnico: Felipão


Cartões Amarelos: Neto,Fumagalli,Bruno Recife,Fabio Bahia,Fabinho,Max Pardalzinho,Domingos(Guarani);Gerley,João Vitor,Márcio Araujo,Patrik(Palmeiras)
Cartões Vermelhos:Cicinho(Palmeiras)


Gols::Neto, aos 14 ,Barcos aos 17 e Fumagalli aos 24 minutos do primeiro tempo;Bruno Mendes,aos 11 minutos do segundo tempo.


Já assinou nosso Feed? Não perca tempo, Clique aqui!

Gostou do Post? Não gostou? Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante! 

Quer entrar em contato conosco? Clique aqui!

Sobre o Autor:
Paulo Vitor Paulo Corrêa,Estudante de Cinema e Audiovisual,futuro comunicólogo.Adora discutir sobre esportes em geral,mesmo não gostando de praticá-los(risos)

5 de abr de 2012

"Severino" da Vila


Sempre aparecendo,Alan Kardec se torna o “Severino” do Santos; Gols e Assistências são destaque.


Alan Kardec Comemora seu gol na Libertadores, o empate contra o Inter; Foto: Portal Terra



Por Paulo Vitor

Reserva de Luxo. Desde que chegou ao Santos Futebol Clube, Alan Kardec vem sendo um jogador presente,auxiliando seus companheiros de equipe com assistências e gols, 7 ao total em uma relação de 46 jogos.O Jogador é o amuleto do Treinador Muricy Ramalho,sempre atuando.

Conterrâneo de Barra Mansa, sul do Rio de Janeiro, Alan Kardec de Souza Pereira  Junior chegou ás categorias de Base do Vasco da Gama aos 11 anos, ficando lá até os 20. Em 2007, estreia nos profissionais da equipe Cruzmaltina na Copa do Brasil daquele ano. Com 60 gols marcados pela equipe carioca,entretanto, sem espaço, é emprestado ao Internacional de Porto Alegre dois anos mais tarde.Uma passagem rápida e apagada pelo Sul do país.

Até que Kardec é vendido ao Benfica,de Portugal, onde ficaria até o meio do ano passado,nada de destacável no Clube português.Sem oportunidades, acabou sendo emprestado ao Santos até o fim desse semestre.Rapidamente se tornou uma espécie de “Severino” entre o elenco: Sempre que precisar, está disposto a ajudar.

O Mais recente dessa solidariedade foi  contra o Internacional,no Beira-Rio,pela Libertadores:  Segundo tempo,Inter ganhando pelo placar de 1 x0. Muricy Ramalho foi audacioso e colocou o atacante no lugar do lateral Fucile em sua primeira substituição.Minutos mais tarde, Juan Cruza pela esquerda e lá estava ele,decisivo, se antecipando ao seu marcador e empatando o jogo para o Peixe,resultado este que se manteve até o final e deixa o Alvinegro bem próximo da Classificação para a próxima fase da Competição.

E essa não é a primeira vez que Kardec salvou a pátria santista: nos primeiros jogos do Campeonato Paulista, em que os titulares estavam se recuperando fisicamente em virtude da disputa do Mundial de Clubes no Japão no fim do ano passado,o Time da Vila entrou com seus reservas, entre eles, Kardec. Nos três primeiros jogos(XV de Piracicaba,Ituano e Paulista), todos os gols foram marcados por ele,um total de 4. Voltaria a marcar na recente vitória sobre o Bragantino, se tornando o vice-artilheiro da equipe, atrás somente de Neymar,com 10.

O Curioso é que em seu inicio de carreira,Alan era um atacante mais de presença de área,sem muita movimentação e como principal recurso o cabeceio, esse mantido até hoje. Porém, com o passar do Tempo Kardec alterou esse dilema e passou a ser mais dinâmico em campo, vide atuação contra o Inter  em que atuava dado momento da partida como Ponta.Em um time que contém a presença do Neymar, estar bem posicionado é sempre uma boa pedida,caracterizando a astucia de Alan.

Se continuar com o bom desempenho, Alan Kardec pode ser comprado em definitivo pelo Clube – cujos valores este Blogueiro não sabe precisar – e ficar de vez na Vila Belmiro. De uma forma geral, é o que todos querem. Seria a efetivação de um quebra-galho. O Severino agradece. O Clube e a torcida, mais ainda. 

Créditos pelo Vídeo: ; Todos os direitos reservados.



Já assinou nosso Feed? Não perca tempo, Clique aqui!


Gostou do Post? Não gostou? Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante! 


Quer entrar em contato conosco? Clique aqui!


Sobre o Autor:
Paulo Vitor Paulo Corrêa,Estudante de Cinema e Audiovisual,futuro comunicólogo.Adora discutir sobre esportes em geral,mesmo não gostando de pratica-los(risos)

4 de abr de 2012

Segunda Fase: Iniciar!

Segunda Fase da Copa do Brasil começa hoje.Veja os confrontos!




Por Paulo Vitor

Restaram 32. Começa hoje(04/04) a segunda fase da Copa do Brasil,16 jogos ao todo, mais um passo para se sonhar com uma vaga na Libertadores da América do Ano Seguinte.

Com exceção do Penarol-AM, que eliminou o Santa Cruz, nenhuma surpresa nos sobreviventes do Torneio. Todas as equipes são conhecidas.

6 confrontos abrem a rodada,seguem-nos:

Ipatinga X Grêmio , 19h30, no Ipatingão:Há 6 jogos seguidos na Segunda Divisão Mineira sem perder, o Ipatinga recebe o Tricolor Gaucho com força máxima no Ipatingão. Por outro lado, após a derrota sofrida para o Caxias no ultimo domingo ser considerada como “erro de percurso” para o lateral Gabriel,O Time de Wanderley Luxemburgo não contará com a presença de Mário Fernandes,Gilberto Silva e Miralles.

Juventude X Portuguesa: 20h30,no Alfredo Jaconi: Obscuro. Ambos vem de uma campanha decepcionante em seus regionais, apenas fugindo do Rebaixamento.  Por outro lado, eliminaram seus adversários na primeira fase sem dificuldade. Um resultado positivo para qualquer dos lados será um divisor de águas. O Ju terá as voltas do famoso Elder Granja,Nem e Mithyuê. Já a Portuguesa terá o desfalque de Marcelo Cordeiro.

Asa X Coritiba: 20h30,no Coaracy Fonseca: Confronto totalmente favorável ao Coxa, mas apenas uma ilusão. Mesmo com o embalo no Estadual dos visitantes, a equipe de Arapiraca virá cautelosa e priorizando a articulação de jogadas. Ninguém apresenta desfalque.

Paysandu X Sport, 21h50,no Mangueirão: Outros dois com boas campanhas em seus respectivos campeonatos Estaduais. Muito estudo do adversário, e um cheirinho de empate. Tobi volta á Zaga pernambucana,enquanto que Neto, Kariri e Harison podem ser utilizados pelo técnico do Papão.

Guarani X Botafogo, 21h50, no Brinco de Ouro da Princesa: O Melhor jogo da rodada, analisando pelo contexto. Botafogo, time grande, vem pra forçar a eliminação do jogo de volta. Já o Bugre, com uma ótima campanha no Paulista,chegando a inclusive ser líder da competição,dado momento.Neto e o inigualável Domingos voltam ao Setor defensivo,e Fabinho no ataque da equipe do Vadão.  O Bota jogará em Campinas sem a presença de seu mais ilustre jogador,Loco Abreu, com dores nas costas. Oswaldo de Oliveira mudará o esquema tático do Time para a partida. Atenção a este jogo.

Horizonte X Palmeiras, 21h50, no Domingão: A Equipe do Ceará pode ser uma surpresa. Jogando em sua cidade, o Horizonte tentará repetir o feito de ano passado, após empatar em 1 x 1 com o Flamengo,em pleno Engenhão. Por outro lado, o Verdão  conta com a presença dos torcedores locais – um número considerável – para eliminar o jogo de volta e ter tempo para descansar.

Atlético-GO X Ponte Preta,no Serra Dourada, e Criciúma X Atlético-PR no Heriberto Hulse, serão disputados no dia seguinte, ás 21h50 e 19h30,respectivamente. Os 8 jogos restantes terão seus jogos de ida realizados na semana que vem.

Visitantes vencendo por mais de 2 gols de diferença,eliminam o jogo de volta automaticamente.

Sobre o Autor:
Paulo Vitor Paulo Corrêa,Estudante de Cinema e Audiovisual,futuro comunicólogo.Adora discutir sobre esportes em geral,mesmo não gostando de pratica-los(risos)

1 de abr de 2012

Peixe Certeiro

Em jogo feio,Santos B aproveita as oportunidades e vence a Portuguesa no Canindé. Lusa vê o fantasma do Rebaixamento se Aproximar.



Rafael Caldeira abriu o Placar para o Santos. Foto: Nelson Almeida/Portal Uol/Esporte

Por Paulo Vitor

Pela 17° rodada do Campeonato Paulista, Portuguesa e Santos se enfrentaram na tarde desta domingo(01/04),no Canindé. Em uma partida de nível técnico fraco,melhor para os Peixeiros,que aproveitaram suas oportunidades e ganharam por 2 x 0.

As duas equipes estavam em contextos distintos. Enquanto que a Lusa permanecia com a ameaça de ser rebaixada,ainda viria desfalcada: Sem a Zaga titular,suspensa.Já o  Peixe, já classificado para a próxima da competição estadual,veio com sua equipe reserva, visando o jogo da próxima quarta contra o Internacional,em Porto Alegre,pela Libertadores. 

Os minutos iniciais foram de posse total do time da casa. Logo aos 40 segundos, Ananias já cabeceava para o gol, bem defendido por Aranha. Destaque para o Meio-campista Guilherme,ligado na partida, que, tendo bastante espaço,arriscou um chute de fora da área,passando com muito perigo ao gol do Goleiro santista.A Equipe da Baixada tentava jogar, mas o desentrosamento era visível. 

Guilherme mais uma vez faz uma linda jogada individual e chuta.A Bola é resvalada em Vinicius Simon.Um minuto mais tarde,Luis Ricardo também tentou, isolando-a.16 minutos e  a Portuguesa mais presente na partida,contra um adversário que só rondava sua meta e até então não tinha feito nenhum chute a gol.

Um embate nascia entre Guilherme e Vinicius Simon. O Defensor santista que no momento conseguia brecar quase todas as investidas do jogador luso.

A Partida começava a ficar interessante: a Portuguesa já não conseguindo manter o ímpeto ofensivo do inicio da partida, o Santos crescia, passava a ter mais presença no ataque, mas ainda sem fazer Rodrigo Calaça trabalhar efetivamente.Ananias quase abriu o placar aos 30. Em uma boa jogada do atacante, o mesmo arrisca um chute rasteiro, passando rente a trave de Aranha.

A Partir daqui, as equipes apostaram na velocidade, tornando o jogo truncado. Ninguém atacava e a dificuldade técnica das duas equipes potenciou a situação, de modo que o primeiro tempo deixou a desejar,pelo contexto geral.

Segundo Tempo, sem alterações.Tudo encaminhava para um repeteco dos 45 minutos iniciais, até que, em cobrança de escanteio cobrada por Elano,o garoto  Rafael Caldeira sobe e escora para o fundo das redes. 

Na primeira oportunidade que teve, o Alvinegro abriu o placar,aos4.
E a torcida santista se agitava,ao contrário da torcida portuguesa, que aos prantos já gritava “Queremos 
jogador!”.

O Clube da Baixada passava a gostar da partida.Dimba chuta, Calaça se estica todo e defende.E não é que gostou? 13 minutos,Vinicus Simon ganha uma dividda no meio de campo e a bola sobra para Felipe Anderson,que faz uma jogadaça pela lateral esquerda, tocando para Dimba, que livre, apenas empurrou a bola e ampliar o marcador para os visitantes.

Dimba foi oportunista e também marcou o dele. Foto: Julia Chequer/Folha Imagem,Portal Uol/Esporte


A Lusa responderia em um cruzamento de Diego Souza,aos 18. Após um corta-luz de Danilo, a bola sobra para Henrique, que frente a frente com Aranha,  desperdiçou um ótima oportunidade. Os donos da casa estavam abalados com os dois ataques mortais de seu oponente, que passava a usar as laterais como principal jogada.

O Tempo passava, e a Lusa não conseguia mudar o rumo da partida. Cobrança de falta.Ivan na bola,que bate com endereço. Mais uma vez,Aranha salva,em uma defesa elástica,aos 25. O Santos apenas administrava a partida, esperando o apito do juiz.

Com a Vitória, o Peixe sobe para a terceira posição,36 pontos, um a menos que o líder São Paulo, que ainda hoje joga contra o Ituano . Já a Portuguesa se mantém com seus 17 pontos, á espera dos resultados das outras equipes também ameaçadas de cair. 

Encerrando a primeira fase, o Santos vai á Grande ABC enfrentar o São Caetano no Anacleto Campanella.  A Lusa continua na Capital e recebe o Linense.



Portuguesa 0 X 2 Santos – Ficha Técnica

Portuguesa: Rodrigo Calaça; Luiz Ricardo, Gustavo, Renato e Ivan; Léo Silva, Guilherme,Boquita(Diego Souza)  e Henrique(Maylson); Ricardo Jesus(Danilo) e Ananias.
Técnico: Jorginho


Santos:Aranha;Maranhão,Buno Rodrigo,Vinicuis Simon e Paulo Henrique; Rafael Caldeira,Adriano(Anderson Carvalho),Elano e Felipe Anderson(Breitner); Dimba(Rentería) e Alan Kardec.
Técnico: Muricy Ramalho


Cartões Amarelos:Amarelos:Boquita(Portuguesa); Alan Kardec(Santos)
Gols:Rafael Caldeira,aos 4 minutos e Dimba aos 13 do segundo tempo;


Renda:R$ 126.370,00.
Publico: 3.811 pagantes




Já assinou nosso Feed? Não perca tempo, Clique aqui!


Gostou do Post? Não gostou? Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante! 


Quer entrar em contato conosco? Clique aqui!




Sobre o Autor:
Paulo Vitor Paulo Corrêa,Estudante de Cinema e Audiovisual,futuro comunicólogo.Adora discutir sobre esportes em geral,mesmo não gostando de pratica-los(risos)